PUBLICIDADE
Notícias

Governo atua e consegue evitar convocação de Mercadante em comissão da Câmara

14:35 | 15/07/2015
O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), precisou fazer um apelo aos parlamentares da Comissão de Minas e Energia da Câmara para evitar a convocação do ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. Na iminência da convocação, Guimarães foi à comissão costurar um acordo com a oposição, oficializado pelo líder do PT na Câmara, Sibá Machado, e se comprometeu com a ida de Mercadante à comissão no dia 5 de agosto.

A convocação se tornou um convite após o acordo. O autor do requerimento de convocação, deputado Nelson Marchezan Júnior (PSDB-RS), afirmou que os parlamentares se comprometeram a aprovar a convocação no próprio dia 5, caso o ministro não compareça. "O ministro tem se escondido e o governo tem medo de aparecer. É lamentável que uma convocação assuste tanto", criticou.

O tucano quer que Mercadante fale sobre os planos do governo para a indústria naval após a deflagração da Lava Jato. De acordo com o deputado, a consequência da operação para a indústria naval tem sido "gigantesca" em municípios do Sul do País.

Educação

Outro ministro de Estado recebeu convite para falar com os parlamentares. Amanhã, dia 16, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, deve prestar esclarecimentos sobre reajuste de mensalidade escolar no caso de instituições que recebem recursos do Fies e criação de cursos de medicina pelo programa Mais Médicos. O convite foi aprovado nesta quarta-feira, 15, pela Comissão de Educação.

TAGS