PUBLICIDADE
Notícias

Coaf investigou para Lava Jato movimentações atípicas que somam R$ 51,9 bi

17:10 | 07/07/2015
Durante depoimento à CPI da Petrobras, o presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Antonio Gustavo Rodrigues, disse que, nos 267 relatórios produzidos pelo órgão às autoridades da Operação Lava Jato, foram investigadas movimentações atípicas que atingem R$ 51,9 bilhões.

Segundo Rodrigues, o levantamento do Coaf abrangeu 8.918 comunicações de movimentações financeiras de 27.579 pessoas física e jurídica. Rodrigues é ouvido na condição de testemunha.

O presidente do Coaf não revelou os nomes dos investigados alegando que poderia ficar caracterizado quebra de sigilo. Aos parlamentares, Rodrigues sugeriu que, se a CPI quiser ter acesso aos relatórios, terá solicite a quebra de sigilo por nome, já que cada relatório pode ter centenas de nomes.

Um dos alvos da investigação, admitiu Rodrigues, foi o doleiro Alberto Youssef, que já havia sido monitorado em outros processos. "Youssef já era famoso, já tinha sido investigado, fez delação no passado, mas ele continuou operando", lembrou.

TAGS