PUBLICIDADE
Notícias

CNT/MDA: 69,2% acham Dilma 'culpada' por corrupção investigada pela Lava Jato

12:15 | 21/07/2015
Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira, 21, também abordou a percepção dos entrevistados sobre os últimos acontecimentos da Operação Lava Jato. Pelo levantamento, a maior parte dos entrevistados considerou a presidente Dilma Rousseff e seu antecessor, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como responsáveis pela corrupção investigada pela Justiça Federal.

Segundo a pesquisa, 78,3% disseram estar acompanhando o noticiário sobre as investigações - 21,7% disseram não ter ouvido falar no assunto. Consideraram a presidente Dilma "culpada" 69,2%, enquanto 23,7% disseram que ela não é responsável e 7,1% não souberam responder. Já o ex-presidente Lula é responsabilizado por 65% dos entrevistados, 27,2% não o consideraram "culpado" pelo caso e 7,8% não responderam.

De acordo com o levantamento, 40,4% disseram que o governo é o responsável pela corrupção apontada na Lava Jato. Partidos políticos foram responsabilizados por 34,4%, diretores ou funcionários da Petrobras, por 14,2%. e só 3,5% apontaram as construtoras como culpadas pelo esquema.

A capacidade de combate à corrupção também foi questionada na pesquisa. Segundo a CNT/MDA, 52,5% não acreditam que o governo conseguirá combater a corrupção, 37% disseram que conseguirá combater em parte e 8% apostam que o governo federal será capaz de atuar totalmente contra a corrupção. Apenas 2,5% não souberam responder.

Sobre a expectativa de punição, 67,1% entrevistados disseram que não acreditam que os envolvidos serão punidos, 30% disseram confiar na penalização e 2,9% não souberam responder. Consideraram que a corrupção é prejudicial para a economia do País 86,8% dos entrevistados, já 11,9% disseram que a corrupção não prejudica a economia brasileira e 1,3% não respondeu.

No âmbito das investigações, 90,2% acham que não está havendo exagero nas prisões dos envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras, 7,9% avaliam que há exageros e 1,9% não soube responder.

Sabem o que é delação premiada 37,3% dos entrevistados e 62,7% responderam que não sabem o que significa a colaboração de investigados em troca de redução da pena. Entre os que acompanham a Lava Jato e os que sabem o que é delação premiada, 52,8% se disseram favoráveis ao expediente enquanto 45% são contrários. Não souberam responder 2,2%.

TAGS