PUBLICIDADE
Notícias

No Congresso, Tombini diz que ajustes são importantes e necessários

16:30 | 26/05/2015
O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou, durante fala nesta terça-feira, 26, na audiência pública conjunta na Câmara dos Deputados, que a economia brasileira passa por sérios ajustes, importantes e necessários. De acordo com Tombini, 2015 será um ano de construção de base mais sólida para crescimento mais à frente. O presidente do BC afirmou também que os investimentos devem retrair-se influenciados por eventos não econômicos, o que os agentes têm interpretado como eventos relacionados à corrupção, e menor atividade econômica, mas, mesmo assim, a confiança retomará.

Segundo Tombini, deve-se evitar que a reprecificação abrupta dos ativos do Brasil atinja o crescimento do País. "Temos que evitar que reprecificação abrupta dos nossos ativos traga implicância ao crescimento", ressaltou. O presidente do BC reconheceu a importância do programa de swap cambial e afirmou que a ação cumpriu bem o seu papel.

Tombini afirmou que alta do juros é "um remédio que infelizmente tem que ser aplicado neste momento". Segundo o presidente do BC, a alta dos juros é um instrumento da política monetária e vem sendo usado pelo Banco Central. De acordo com Tombini, progressos têm sido obtidos em relação ao processo de convergência. "Este ano é um ano de transição", afirmou o presidente.

A taxa Selic está em 13,25, após alta de 0,50 na última reunião do Comitê de Política Monetária. A próxima reunião está marcada para os dias 2 e 3 junho, com aposta por parte do mercado de mais um acréscimo de 0,5.

TAGS