PUBLICIDADE
Notícias

Após 33 anos, médico perde título de cidadão de Quixeramobim por críticas em redes sociais

15:57 | 15/05/2015

A Câmara Municipal de Quixeramobim revogou o título de cidadão quixeramobinense do médico Walmir Pontes após ele realizar postagens nas redes sociais contra a administração municipal e a Câmara. A sessão que votou a proposta do vereador José Filho, o Zé do Povo, em caráter de urgência, aconteceu na quarta-feira, 13.

O título de cidadão foi concedido a Walmir Pontes em 1982, pelo então vereador Salviano Carlos. A sessão que revogou a honraria tinha 12 vereadores presentes, apenas dois deles foram contrários à proposta.
[SAIBAMAIS 2]
Um deles é sobrinho do médico, o vereador Rômulo Filho. Para o parlamentar, a posição do Legislativo foi um ato de censura ao médico. Walmir Pontes afirma não ter ficado chateado com a ação dos vereadores, dos quais, segundo ele, a maioria é “inteligente” e “de boa índole” mas tem “pena” pela submissão de vereadores.

Conforme o site "O Sertão é Notícia", o vereador autor do projeto alegou postagem feita pelo médico nas redes sociais no dia 14 de abril, na qual chama o prefeito de ladrão e os vereadores de comparsas. 

Walmir pontua que tem feito críticas à gestão do prefeito Cirilo Pimenta por causa de problemas na área da saúde, da previdência, dentre outras. Ele lamenta que as críticas tenham sido “levadas para o lado pessoal”. O médico vive há 36 anos em Quixeramobim. Nas redes sociais, moradores da cidade escreveram mensagens de apoio ao médico diante do ato dos vereadores.

O POVO Online não conseguiu localizar o vereador Zé do Povo até a publicação da matéria.

Redação O POVO Online
TAGS