PUBLICIDADE
Notícias

Dilma é a menos conhecida entre os 10 principais líderes, diz pesquisa

16:10 | 19/12/2014
A presidente da República, Dilma Rousseff, é a menos conhecida entre os dez maiores líderes globais, segundo uma pesquisa do instituto japonês GMO, realizada com mais de 26 mil pessoas em 30 países dos cinco continentes. A mandatária brasileira é conhecida por 25,4% dos entrevistados, ficando atrás do presidente da África do Sul, Jacob Zuma (27,8%), e do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi (32,9%). O líder mundial mais conhecido é o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama (93,9%), seguido do presidente da Rússia, Vladimir Putin (79,3%), e do primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron (66,8%).

Nem mesmo no Brasil Dilma, que já está há quatro anos no poder, é conhecida por toda a população. Aqui, 87,7% dos entrevistados a reconhecem. Fora do País, a presidente é mais conhecida no Chile (78,7%), mas poderia andar tranquilamente pelas ruas da Austrália sem medo de ser incomodada (3,4%). Na verdade, isso de fato ocorreu, em novembro deste ano, quando ela participou da reunião do G-20 em Brisbane.

Entre os brasileiros entrevistados, a administração Dilma Rousseff recebeu uma nota 6,3, ficando em sexto lugar entre os dez líderes globais. O mais bem avaliado entre seu próprio povo é o presidente da China, Xi Jinping, com nota 9,0, e o lanterninha é o presidente da França, François Hollande, que ficou com 4,8. Questionados se confiam na capacidade de Dilma de lidar com assuntos domésticos, 29,5% do brasileiros responderam afirmativamente. Em relação a assuntos internacionais, a avaliação é melhor (36,4%).

"Dilma, Hollande e Zuma parecem não ter confiança da população sobre a maneira como lidam com assuntos domésticos e internacionais", diz Tony Saich, pesquisador do Ash Center for Democratic Governance and Innovation, da Universidade Harvard, que analisou os números da pesquisa do instituto japonês GMO.

Segundo o pesquisador, a sondagem mostra que a avaliação dos líderes nacionais é influenciada pela geopolítica e que existe uma correlação entre a natureza do sistema político e a opinião dos cidadãos sobre seu líder. Ou seja, em países com regimes mais fechados ou ditatoriais, a avaliação das pessoas sobre o mandatário é melhor, já que a liderança é menos questionada e os meios de comunicação são censurados.

Quando questionados sobre se a estratégia de desenvolvimento do país está correta, o Brasil aparece em 18º lugar, com 45,1% de aprovação. A Índia lidera o ranking, com 87,8%, enquanto a Itália está na rabeira, com 17,0%.

TAGS