PUBLICIDADE
Notícias

Após cassação, Vargas afirma se sentir injustiçado pelos deputados

20:50 | 10/12/2014
O ex-petista André Vargas, cassado na tarde desta quarta-feira pelo plenário da Câmara dos Deputados, disse hoje se sentir injustiçado pelos seus colegas do Parlamento. "Me sinto injustiçado, pois, além de não ter tido meu direito defesa, fui cassado em função de voo que até o momento nem inquérito no Supremo virou", disse o ex-deputado, em entrevista exclusiva ao Broadcast Político, serviço da Agência Estado de notícias em tempo real.

Vargas declarou ainda que, dentro do contexto da Operação Lava Jato, "qualquer um percebe" que se trata de um caso "insignificante perante os crimes da Petrobras". O deputado cassado lamentou não ter conseguido concluir o seu mandato parlamentar. "Ceifaram 25 anos de vida pública com resultados positivos, visíveis no Paraná e no Brasil", concluiu o ex-parlamentar, ressaltando que seu nome não foi citado nos vazamentos referentes à operação da Polícia Federal (PF).

"Estou triste, muito triste, mas tenho certeza que este critério severo servirá para julgar aqueles casos que virão à tona o ano que vem", finalizou. Ele foi cassado por envolvimento com o doleiro Alberto Youssef. O processo que culminou com a cassação por quebra de decoro parlamentar foi originado após denúncia de que ele utilizou um jatinho pago por Youssef.

TAGS