PUBLICIDADE
Notícias

Temos é que fortalecer a democracia, diz Alckmin

11:10 | 03/11/2014
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta segunda-feira, 3, ser contra os pedidos de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e intervenção militar no governo que surgiram em manifestações populares no sábado, 1. "Nós, que lutamos pela democracia, não podemos aceitar este tipo de coisa", disse o governador.

Segundo Alckmin, protestos são livres, mas destacou que o País acabou de passar por um período eleitoral. "Temos é que fortalecer a democracia. Por isso é que defendemos a reforma política. Temos mais de 30 partidos políticos e podemos chegar a 60", disse.

As declarações de Alckmin foram proferidas após a inauguração, nesta manhã, do serviço ambulatorial e cirúrgico de urologia denominado Hospital do Homem. A unidade fica no Hospital São José, no Bairro do Imirim, na zona norte da capital paulista.

TAGS