PUBLICIDADE
Notícias

Polícia Civil prende vereador suspeito de mandar matar líder comunitário

O crime teria sido motivado por disputa de liderança política na comunidade onde a vítima atuava

16:58 | 19/11/2014

O vereador de Boa Viagem – a 221,6km de Fortaleza – José Airton Vieira Lima, mais conhecido como “Setenta”, foi preso na manhã desta quarta-feira, 19, pela Polícia Civil do Estado do Ceará. Segundo o órgão, o parlamentar é suspeito de ser o mandante do assassinato de um líder comunitário do Município.

De acordo com o delegado Inácio Torres, titular da delegacia de Boa Viagem, José Airton Vieira é apontado como autor intelectual do homicídio de Joel Ramos do Nascimento, técnico de futebol e líder comunitário da comunidade de Monte Limpo, na zona rural do Município. O crime teria ocorrido em setembro deste ano, sendo a vítima atingida por um tiro de escopeta calibre 12.

Segundo o delegado, o crime teria sido motivado por disputa de liderança política na comunidade onde a vítima atuava. As investigações da Polícia Civil apontam que o vereador teria contratado um matador de aluguel para realizar o serviço. A Polícia trabalha agora para identificar o homem que atirou contra o líder comunitário. Carro usado na ação já foi apreendido.

“Setenta” foi preso, por força de um mandado de prisão temporária, em sua residência no Centro de Boa Viagem. Após prestar depoimento na delegacia do Município, ele foi encaminhado nesta quarta-feira à Delegacia de Capturas de Fortaleza - por motivo de foro privilegiado.

A prisão ocorreu em parceria da Delegacia de Boa Viagem e a Unidade Tático Operacional (UT) da Divisão Antissequestro (DAS). O delegado responsável já havia pedido a prisão temporária desde setembro, sendo atendido apenas semana passada.

Redação O POVO Online
com informações da Polícia Civil
TAGS