PUBLICIDADE
Notícias

Para conter Aécio, Dilma já sai em campanha em Salvador

11:00 | 06/10/2014
O resultado das eleições, com uma votação de Aécio Neves (PSDB) muito maior do que o governo esperava, mudou a estratégia da campanha petista e forçou a presidente Dilma Rousseff a reiniciar sua campanha já nesta segunda-feira, 6.

Dilma embarca no início da tarde para Salvador, na Bahia, onde pretende agradecer os 61% dos votos que obteve dos eleitores do Estado e pedir que eles continuem trabalhando pela sua reeleição. Dilma não quer deixar espaço para que Aécio consiga reduzir sua vantagem na Bahia. "A presidente não desceu do ringue", comentou um assessor presidencial para falar da disposição de Dilma de ir à luta.

Os melhores desempenhos da presidente, proporcionalmente, foram registrados no Nordeste. Em termos absolutos, a maior vantagem de votação foi registrada na Bahia. Nesse Estado, Aécio teve 18% dos votos - mesmo resultado obtido por Marina Silva (PSB).

Dilma viaja às 14h para a Bahia. Por volta das 10h30, ela estava reunida no Palácio da Alvorada com seus principais auxiliares e coordenadores de campanha para desenhar novas agendas. A presidente vai aproveitar a viagem para agradecer ao governador Jacques Wagner (PT) e parabenizar o eleito em primeiro turno, o também petista Rui Costa, que não aparecia com destaque nas pesquisas.

Dilma quer que os governadores dos partidos aliados já eleitos não desarmem seus comitês e ajudem a trabalhar pela sua reeleição. Nesta terça-feira, 7, Dilma vai participar de uma reunião, em Brasília, com todos os governadores dos partidos da base. Quer subir nos palanques em que o PT estará polarizando com o PSDB e trabalhar em Estados onde precisa melhorar a votação, como Santa Catarina.

A presidente vai investir também nos principais colégios eleitorais do País: não quer perder um voto em Minas Gerais e avançar o que for possível. Vai trabalhar pesado ainda em São Paulo, onde Aécio teve quase o dobro de votos dela, além do Rio de Janeiro, onde quer cooptar os votos de Marina.

Os Estados do Sul também serão tratados como prioridade para angariar apoios. No Nordeste, apesar de ter iniciado suas viagens pela Bahia, Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vão investir suas forças em Pernambuco, para tentar buscar os votos de Marina obtidos no Estado. A agenda dos próximos dias é discutida em reunião no Alvorada nesta manhã.

TAGS