PUBLICIDADE
Notícias

Lula diz que não é hora de dar moleza para adversários

14:50 | 01/10/2014
Disposto a reforçar ainda mais seu papel de cabo eleitoral nessa reta final de campanha, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um "alerta" aos militantes e aos moradores de Grajaú, nesta quarta-feira, 1º, durante caminhada no bairro da zona sul de São Paulo. Depois de dizer que sabia que os moradores da região São eleitores do PT, Lula reforçou que não é hora de "dar moleza". "Até sábado a gente tem que trabalhar muito, não pode dar moleza, porque se a gente pensar que já ganhou os adversários podem atropelar a gente", disse, ao lado do candidato a governador Alexandre Padilha (PT).

Lula caminhou por quase uma hora e destacou a importância de buscar votos na região. "Temos que percorrer essa região da Capela do Socorro, que é uma região com mais de 600 mil habitantes", disse, destacando que é uma população maior até que o Suriname.

Lula tem se dedicado nesta ultima semana eleitoral a tentar "apresentar" Padilha e reforçar o apelo pelo voto na presidente Dilma Rousseff. Para isso, nos últimos dias, escolheu cidades conhecidas como reduto petista, como Osasco e Mauá, e bairros com a população mais alinhada ao partido, como Grajaú.

Na segunda, 29, esteve com Dilma e Padilha em Campo Limpo. Na terça, 30, fez um "tour" por cidades da grande São Paulo. E hoje, além de seu comício no Grajaú, fará mais um ato de campanha em Cidade Tiradentes, também um dos bairros da capital pró-PT.

TAGS