PUBLICIDADE
Notícias

Frejat tentará associar adversário a governador do PT

21:10 | 05/10/2014
O candidato do PR ao governo do Distrito Federal, Jofran Frejat, mostrou a linha que deverá adotar na disputa do segundo turno da eleição para o DF. Segundo colocado nas urnas, atrás de Rodrigo Rollemberg (PSB), o ex-secretário de Saúde deve apostar no discurso da experiência. "Rodrigo e Agnelo são farinha do mesmo saco. Não podemos nos submeter a uma aventura", disse. A ideia é tentar associar seu adversário com o governador petista Agnelo Queiroz que, com alta rejeição, não conseguiu nem mesmo votos necessários para o segundo turno.

Frejat foi a solução caseira encontrada para substituir o ex-governador José Roberto Arruda, que desistiu da candidatura depois de uma série de derrotas na Justiça e de ser declarado inelegível.

A troca na chapa foi feita dois dias antes do prazo final dado pela Justiça Eleitoral para alterações nas candidaturas. Na mudança, a mulher de Arruda, Flávia Peres, foi inscrita como vice de Frejat. Arruda resistiu em abandonar a disputa. Líder nas pesquisas, ele se valia de uma brecha na Lei de Ficha Limpa para manter a sua candidatura. Diante das incertezas e das derrotas na Justiça, no entanto, ele foi pressionado por aliados a desistir do embate, em meados de setembro.

Filmado recebendo dinheiro, Arruda foi condenado por sua participação no esquema conhecido como "mensalão do DEM", na operação Caixa de Pandora. Em agosto, ele foi condenado por improbidade administrativa, dano ao patrimônio público e enriquecimento ilícito.

Arruda acompanhou Frejat na entrevista concedida há pouco no comitê eleitoral. "Estamos no jogo. Provamos ser capazes, em 20 dias, conseguimos tirar Agnelo do páreo".

TAGS