PUBLICIDADE
Notícias

Deputado atribui vitória de Camilo à "falta de esclarecimento" e é repreendido

João Jaime relacionou vitória de Eunício na Capital com "maior esclarecimento" do fortalezense. Colega comparou fala com preconceito do Sul contra Nordeste

12:58 | 29/10/2014

Oposição de Cid Gomes (Pros) na Assembleia criticou nesta quarta-feira, 29, uso “violento” da máquina pública na eleição de Camilo Santana (PT). Em meio ao debate, o deputado João Jaime (DEM) ressaltou vitória de Eunício Oliveira (PMDB) na Capital, atribuindo a isso “maior esclarecimento” dos fortalezenses. A fala foi repreendida por Professor Pinheiro (PT), que comparou a ação a preconceito de sulistas com nordestinos.

“Se você pegar o mapa do Ceará, vai ver que onde a máquina poderia influenciar mais, onde tinha prefeitos que apoiavam o governador vitorioso, ele teve maioria. Aí quando pega Região Metropolitana de Fortaleza, principalmente Fortaleza, onde as pessoas são mais esclarecidas, a pisa (vitória por ampla margem) foi muito grande”, disse.

[SAIBAMAIS 2]A fala foi rapidamente repreendida por Pinheiro. Da tribuna da Assembleia, o petista comparou a questão com sulistas que criticaram “falta de instrução” de nordestinos após vitória de Dilma Rousseff (PT) na região. Ele lembrou que este tipo de fala foi amplamente criticado pelos deputados na terça-feira, 28, e lamentou que críticas semelhantes estivessem ocorrendo na Casa.

Pinheiro destacou ainda vitória de Camilo Santana em cidades universitárias, “bastante estudadas”, como Crato e Juazeiro do Norte. Segundo ele, população do interior teria dado vitória ao candidato governista pois estaria “sentindo a mudança” promovida pelas gestões Cid Gomes e Dilma Rousseff no interior.

Redação O POVO Online
com informações da repórter Jéssica Welma
TAGS