PUBLICIDADE
Notícias

Delgado defende saída de Roberto Amaral do PSB

19:50 | 14/10/2014
O presidente do diretório do PSB mineiro, deputado Júlio Delgado, defendeu a saída do ex-presidente Roberto Amaral da sigla. Após mais uma manifestação pública de Amaral condenando o apoio do PSB ao candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, o deputado disse que Amaral está "sem clima nenhum" para permanecer na legenda.

"Não tem o menor clima dele continuar no partido", afirmou Delgado. O deputado disse que ninguém vai expulsar Amaral do partido, mas que é chegada a hora do ex-dirigente se desfiliar. Amaral se recusou a comentar a declaração do deputado. "Eu não respondo a porta-voz", disse.

Em artigo publicado hoje no jornal "Folha de S.Paulo", Amaral diz que a aliança com o tucano renega os compromissos estatutários e programáticos do partido, além de jogar pela janela sua história. "Ora, ao dar apoio a Aécio Neves, o PSB resolveu se aliar à social-democracia de direita, abandonando o campo da esquerda", escreveu o ex-presidente da sigla. Ontem, Amaral foi substituído por Carlos Siqueira no comando do PSB.

Segundo Delgado, a nova direção da legenda trabalha para apaziguar as dissidências e que prova disso é incorporação na nova composição da Executiva dos pessebistas que votaram contra o apoio a Aécio, como os senadores João Capiberibe (AP) e Lídice da Mata (BA).

TAGS