PUBLICIDADE
Notícias

Caso Petrobras não influenciou eleitor, diz Gabrielli

12:30 | 05/10/2014
O secretário de Planejamento do governo da Bahia e ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, votou às 10h30 da manhã deste domingo, 05, no campus da Universidade Católica do Salvador, no bairro da Federação, na capital baiana. Gabrielli chegou ao local de votação acompanhado por alguns amigos e familiares. Ele disse não acreditar que os últimos escândalos envolvendo o seu nome e o da Petrobras tenham influenciado na opinião do eleitor.

Um dos nomes citados no episódio da compra da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), sob investigação, por suspeita de irregularidades, Gabrielli diz que os partidos de oposição ao governo Dilma Rousseff inventaram e distorceram os fatos, de forma irresponsável, mas garante que a população já não se deixa enganar.

"A população dará a sua resposta a tudo isso nas urnas. O resultado das eleições vai mostrar quem está com a razão", disse Gabrielli, convicto da vitória do PT nessas eleições, tanto em nível estadual, com o candidato Rui Costa, que concorre para o governo da Bahia, quanto federal, com a reeleição de Dilma.

Ele admitiu, porém, que, com base nas últimas pesquisas de opinião, houve uma mudança no quadro, com a virada do candidato do PSDB, Aécio Neves, despontando, numericamente, à frente de Marina Silva, do PSB, mas se mostrou confiante de um desfecho em primeiro turno favorável ao PT.

TAGS