PUBLICIDADE
Notícias

Bolsonaro diz que será o "candidato da direita" à Presidência em 2018

16:42 | 30/10/2014
O reeleito deputado federal no Rio de Janeiro Jair Bolsonaro (PP) anunciou, nesta quinta-feira, 30, que, em 2018, será candidato à presidência da República como “representante da direita”. A informação foi dada ao blog do Estadão, assinado pelo jornalista Marcelo de Moraes.

Bolsonaro, o deputado federal mais votado no Rio, com 464 mil votos, é ex-capitão do Exército e conhecido por suas posturas polêmicas, consideradas homofóbicas e autoritárias. Em seu “plano de gestão”, estão projetos controvertidos como a redução da maioridade penal, a flexibilização das leis trabalhistas, defesa de trabalhos forçados para presidiários e alterações no programa Bolsa Família.
[SAIBAMAIS 3]
Em entrevista ao blog, Bolsonaro destaca que sua candidatura será “de direita, sem vergonha”. O parlamentar afirma que existe um eleitorado que claramente não aprova o atual governo petista, e esse deve ser seu público alvo.

Ele pontua que ainda conversará com seu partido para viabilizar a candidatura, mas diz duvidar que a ideia seja aceita. O PP apoia a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT). Bolsonaro não descarta tentar um acordo para mudar de partido sem perder o mandato ou, em caso extremo, mudar de sigla para disputar a presidência mesmo que perca o mandato.

Sobre as críticas a posturas consideradas homofóbicas e autoritárias, Bolsonaro disse não acreditar que isso possa causar rejeição no eleitorado. “Podem me chamar de maluco, de homofóbico. Mas eu tenho propostas. Se tivesse sido candidato, não teria dado sossego para a presidente Dilma nos debates e não darei para o Lula se ele for o candidato em 2018”, disse em entrevista ao blog do Marcelo de Morais.

Redação O POVO Online
TAGS