PUBLICIDADE
Notícias

Aloysio Nunes faz campanha em São José do Rio Preto

13:40 | 04/10/2014
O candidato a vice-presidente pelo PSDB, Aloysio Nunes Ferreira, fez campanha na manhã deste sábado com a certeza de que seu partido está no segundo turno das eleições presidenciais. Depois de conversar pelo celular com seu companheiro de chapa, o senador Aécio Neves, candidato a presidente, Aloysio festejou: "A virada já aconteceu, vamos estar no segundo turno", afirmou ele, ao ser perguntado pelos jornalista sobre o teor da conversa com Aécio. "Nossas pesquisas indicam que ultrapassamos a Marina", afirmou.

"Há três ou quatro semanas, a diferença da candidata Marina para nós era de 23 pontos. Hoje, nós já estamos na frente. Essa virada significa que o candidato Aécio é o que tem melhores condições de derrotar o PT e de governar fazendo as mudanças que o Brasil precisa", comentou Aloysio, antes de iniciar uma caminhada pelo Calçadão Comercial de São José do Rio Preto, cidade onde ele vota no domingo.

Aloysio atribuiu a virada à comparação feita pelo eleitorado entre Aécio e seus concorrentes e pelo desejo do eleitorado de tirar o PT do poder.

"Eu atribuo essa virada à comparação que os eleitores fizeram entre Aécio e os diferentes candidatos -- primeiro por um desejo forte de mudança pela saturação em relação ao governo do PT, pois uma quantidade imensa de brasileiros que não aguenta mais o PT e o querem tirar do poder, segundo, pela constatação de que o Aécio é o candidato mais preparado, não apenas para derrotar o PT na eleição, mas como para governar e fazer as mudanças", comentou.

Mas a decisão dos eleitores, de acordo com Aloysio, ocorre porque o eleitor espera cada vez menos para se decidir sobre um candidato. "Há mais ou menos 15 dias o Ibope dizia que 40% dos eleitores tinham pouco ou nenhum interesse pela eleição presidencial, mas à medida que a eleição se aproxima o eleitor toma consciência da importância do voto e escolhe seu candidato", disse.

Aloysio citou como exemplo as pesquisas da última campanha presidencial quando ele foi candidato ao Senado. "Em outubro de 2010, eu estava aqui para votar e as pesquisas me davam em terceiro lugar, mas fiquei em primeiro, campeão de votos em São Paulo", lembrou.

Durante a manhã o candidato caminhou pelo calçadão acompanhado dos deputados federais Rodrigo Garcia e Vaz de Lima. Aloysio cumprimentou eleitores, posou para selfies e depois de quase uma hora de caminhada, subiu num banco para agradecer dezenas de pessoas que o acompanhavam e discursou afirmando: "Vamos vencer as eleições e tirar o PT da presidência. E vamos juntos com Aécio e com vocês", discursou arrancando aplausos.

O candidato não quis fazer maiores comentários sobre as possibilidade de segundo turno, mas arriscou que será uma campanha "curta e dura". Este assunto é conversa para depois da eleição. Mas se o PSDB for para segundo turno, como espero, vamos conversar amanhã à noite e nos reunir para tomar as providências para o segundo turno, que será uma campanha curta e dura", afirmou.

TAGS