PUBLICIDADE
Notícias

Pezão arrecada 65,6% do total da receita de campanhas

16:00 | 06/09/2014
O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) arrecadou R$ 13,034 milhões para a campanha de reeleição, equivalentes a 65,6% de todos os recursos arrecadados até agora pelos candidatos ao governo do Rio de Janeiro, que somam R$ 19,871 milhões. Construtoras são as campeãs de doação ao peemedebista: a Carioca Christiani Nielsen contribuiu para a campanha com R$ 1,670 milhão; a OAS, com R$ 1,225 milhão e a Concremat Engenharia, com R$ 1 milhão.

Outro grande doador foi o Itaú Unibanco, com R$ 500 mil e a Construtora Queiroz Galvão, que doou R$ 255 mil. Os dados estão na base de dados da segunda parcial de arrecadação enviada pelos candidatos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Pezão mais que dobrou a arrecadação em um mês.

No início de setembro, as doações ao governador somavam R$ 5,795 milhões. O peemedebista gastou mais do que arrecadou: R$ 13,660 milhões. Pezão está em segundo lugar (23%) na mais recente pesquisa de intenção de voto do Estado, divulgada pelo Datafolha na quarta-feira, 3.

O candidato do PT, Lindbergh Farias, quarto colocado na pesquisa, com 11%, obteve a segunda maior arrecadação: R$ 3,726 milhões. Os gastos da campanha petista ultrapassam em mais de R$ 1 milhão a arrecadação do candidato e somam R$ 4,870 milhões.

Segundo dados do TSE, o ex-governador Anthony Garotinho, candidato do PR e líder das pesquisas eleitorais (28% no Datafolha), arrecadou R$ 2,2987 milhões até agora. A Construtora OAS doou R$ 300 mil para a campanha de Garotinho.

O candidato do PRB, Marcelo Crivella, terceiro colocado na pesquisa Datafolha, com 18%, declarou à Justiça Eleitoral ter arrecadado R$ 787 milhões até agora.

O próprio candidato declarou ter doado R$ 50 mil para a própria campanha. O TSE informou também a arrecadação de comitês financeiros e direções partidárias.

O PMDB é mais uma vez o campeão, com arrecadação de R$ 24,578 milhões do comitê.

O principal financiador é o frigorífico JBS, com R$ 6,6 milhões.

A direção do PMDB-RJ declarou arrecadação de R$ 22,339 milhões. A direção estadual do PR tem em caixa R$ 11,585 milhões, sendo R$ 3 milhões oriundos da JBS. o PT-RJ declarou ao TSE receita de R$ 895 mil, sendo R$ 300 mil doados pela Carioca Christiani Nielsen Engenharia. O PRB fluminense tem R$ 550 mil.

TAGS