PUBLICIDADE
Notícias

Oposição quer cortar ministério das mulheres, diz Dilma

14:00 | 06/09/2014
A presidente e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, disse em seu discurso em um encontro com mulheres, na capital paulista, que a oposição, se eleita, irá extinguir a Secretaria de Políticas para as Mulheres. "Quando eles falam que vão diminuir os ministérios, pode saber, com certeza absoluta, é o Ministério da mulher. Vão cortar esse ministério", disse. A ministra Eleonora Menicucci, que comanda a pasta, está presente no evento.

A presidente afirmou ainda que, a 30 dias da eleição, o Brasil tem uma "campanha de desinformação, uma campanha de mentiras, e em alguns casos de ódio e de pessimismo". "Nessa campanha vamos combater as desinformações e as mentiras com verdade. E o ódio e pessimismo com a esperança", afirmou.

Dilma defendeu a criação da pasta de políticas para mulheres e disse que essa é "uma das verdades" do governo petista. "Criamos, sim, um ministério", disse, afirmando que outra "verdade" é que seu governo lutou contra a discriminação contra as mulheres.

No início do discurso, Dilma saudou "antigas companheiras" que estiveram com ela na prisão durante a época da ditadura. "Elas fazem parte da minha vida, elas são uma parte de mim. Eu conheço elas como se fossem da minha família", disse.

Acompanham a presidente no evento o prefeito Fernando Haddad, o candidato ao governo, Alexandre Padilha, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o senador e candidato à reeleição Eduardo Suplicy e a ministra da Cultura, Marta Suplicy.

TAGS