PUBLICIDADE
Notícias

Mauro gastou mais do que os três concorrentes somados

13:57 | 08/08/2014
NULL
NULL
Se Eunício Oliveira (PMDB) lidera de longe gastos para a campanha ao governo, é Mauro Filho (Pros) – do palanque adversário ao peemedebista – que lidera despesas na corrida pelo Senado no Ceará. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da primeira prestação de contas dos candidatos, campanha de Mauro já somou gastos em R$ 605,9 mil – mais do que a soma de todos os outros três candidatos.

Seguem o candidato do Pros Tasso Jereissati (PSDB), que gastou R$ 155,8 mil, Geovana Cartaxo (PSB), com R$ 12,9 mil, e Raquel Dias (PCB), com R$ 2,5 mil. Somados, gastos deles ficam em torno dos R$ 171,2 – um terço do valor de Mauro Filho.

[SAIBAMAIS 2]De acordo com os dados do TSE, o candidato do Pros arrecadou R$ 155 mil, todos provenientes de doações do comitê de Camilo Santana (PT) ao governo. Já os gastos, de R$ 605, 9 mil, ficaram concentrados em contratação de pesquisas eleitorais (R$ 196 mil), produção de jingles e vinhetas (R$ 100 mil) e aluguel de táxi aéreo (R$ 95,9 mil).

Do saldo de Tasso Jereissati, R$ 250 mil vieram do próprio bolso do candidato, além de R$ 60 mil da Calila Administração e Comércio – empresa do tucano. Geovana Cartaxo e Raquel Dias contaram apenas com doações das Executivas Estaduais de seus partidos no Ceará.

Redação O POVO Online

TAGS