PUBLICIDADE
Notícias

Governo de PE inicia preparativos para funeral de Eduardo Campos

11:10 | 14/08/2014
NULL
NULL
O governo de Pernambuco já deu início aos preparativos do funeral de Eduardo Campos, morto nesta quarta-feira, 13, em acidente de avião, em Santos (SP). Assim que o traslado dos corpos de Campos e de seus assessores for concluído, haverá um velório na calçada do Palácio Campo das Princesas e uma missa campal será celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido.

O velório de Campos ocorre junto com o de seu assessor de imprensa, Carlos Percol, e de Alexandre Severo, fotógrafo oficial da campanha, também mortos no acidente de ontem. O ex-deputado federal e um dos coordenadores de campanha, Pedro Valadares Neto, deve ser velado em Sergipe. Já o corpo de Marcelo Lyra, cinegrafista oficial da campanha, deve seguir para Maceió (AL).

Na manhã desta quinta-feira, 14, o governador de Pernambuco, João Lyra Neto, seguiu para São Paulo para tratar da liberação dos corpos. Ainda não há expectativa de quando começará o velório. De acordo com a secretaria de Comunicação do governo pernambucano, Campos será enterrado no cemitério Santo Amaro, onde está enterrado seu avô Miguel Arraes.

[SAIBAMAIS 3]

Orações

Renata Campos, viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, pediu aos brasileiros que se unam em orações pelo marido. Ela agradeceu ainda a toda as mensagens de solidariedade que chegaram à família. O recado foi transmitido pelo prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB). Renata e Campos tiveram cinco filhos.

Foi informado ainda que a família não vai se deslocar para São Paulo, para acompanhar a identificação do corpo do ex-governador.

Hoje, o comitê do candidato a governador de Pernambuco pelo PSB, Paulo Câmara, um afilhado de Campos, amanheceu coberto de negro, em sinal de luto pela morte do ex-governador. Todas as bandeiras estão a meio mastro. O governador do Estado, João Lyra Neto, decretou luto de sete dias.

O velório de Campos ocorrerá no Palácio Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco. Não se sabe ainda quando será, pois depende da liberação dos restos mortais do ex-governador pelo Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo.

TAGS