PUBLICIDADE
Notícias

Coordenador de mobilização do PSB também deixa função

19:30 | 21/08/2014
Além do coordenador-geral da campanha do PSB à Presidência da República, Carlos Siqueira, o coordenador de mobilização e articulação da campanha, Milton Coelho, também anunciou ao presidente da sigla, Roberto Amaral, que deixará a coordenação. Membro da Executiva Nacional do PSB, Coelho disse que, sem Eduardo Campos, seu "compromisso com a coordenação da campanha acabou". "Meu compromisso era com o Eduardo", resumiu o pessebista.

Coelho disse que já vinha conversando com os dirigentes do PSB sobre sua saída. Ele não quis dar mais justificativas sobre a decisão, mas destacou que não deixará a Executiva da legenda. Mais cedo, Siqueira causou a primeira crise da campanha, agora com a ex-senadora Marina Silva na cabeça de chapa. Siqueira acusou Marina de "mandar no partido" e disse que a candidata está "longe de representar o legado" de Eduardo Campos.

TAGS