PUBLICIDADE
Notícias

Com homenagens a Campos, Aécio critica Dilma e Lula promete segundo governo melhor

15:37 | 19/08/2014
Com muitas homenagens ao ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE), primeiro dia da propaganda eleitoral em televisão foi marcado ainda por críticas de Aécio Neves (PSDB) e promessa do ex-presidente Lula (PT) de que segundo mandato de Dilma Rousseff (PT) será melhor que o primeiro.

Primeiro a exibir programa nesta terça, o PSB apresentou vídeo de Eduardo Campos, onde o ex-governador de Pernambuco – morto em acidente aéreo na semana passada – destaca sentimento de mudança impulsionado após manifestações de junho do ano passado. Programas do PT, PSDB, PSDC e PV também fizeram homenagens ao ex-candidato.

[SAIBAMAIS 1]Com apenas 2min03s, o PSB possuía menor tempo entre os maiores candidatos. PT ficou com o maior tempo, de 11min24s, e PSDB com o segundo, 4min35s. Principal padrinho político de Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula prometeu segundo governo da petista melhor que o primeiro. “O meu segundo governo foi muito melhor que o primeiro”, disse Lula, acrescentando que quem votar novamente em Dilma “não se arrependerá”.

Dilma e Aécio

Candidato da oposição com maior tempo, Aécio Neves abriu seu programa destacando trajetória de Eduardo Campos. Depois, destacou força de vontade do brasileiro e centrou críticas ao atual governo, poupando o ex-presidente Lula. “Estamos pior que há quatro anos atrás (...) as pessoas perderam a confiança no governo”, disse.

Com maior tempo, Dilma Rousseff focou programa em números positivos e programas de seu governo, destacando geração de 5,5 milhões de empregos. Tiveram espaço programas como o Pronatec, o Ciência Sem Fronteiras e o Minha Casa, Minha Vida. A candidata também destacou estabilidade da economia nos últimos anos, afirmando que Brasil foi pouco afetado pela crise mundial e se manteve gerando empregos.

Partidos menores

O pastor Silas Malafaia abriu programa de Pastor Everaldo (PSC), que discursou contrário ao aborto e à descriminalização das drogas e defendeu “família forte” e “estado mínimo”. Já Luciana Genro (Psol) iniciou suas transmissões com depoimento do músico Marcelo Yuka com apelo às manifestações do ano passado. Eduardo Jorge (PV) divulgou nota em que lamenta morte de Eduardo Campos.

Redação O POVO Online

TAGS