PUBLICIDADE
Notícias

Coligação de Eunício dá entrada em 75 representações contra Camilo e Cid

17:37 | 14/08/2014

A coligação do candidato Eunício Oliveira (PMDB) deu entrada, até agora, em 75 representações no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) contra seu concorrente direto na disputa pelo Governo do Estado, Camilo Santana (PT). As ações se estendem aos companheiros de chapa do petista e ao própriogovernador Cid Gomes (PROS).

As ações, apresentadas ao Juizado Auxiliar da Propaganda Eleitoral do TRE-CE, aguardam serem julgadas. A coligação do peemedebista acusa o grupo ligado ao Governo de praticar condutas vedadas a agentes públicos durante a campanha, incluindo propaganda institucional e concessão de liminares.

[SAIBAMAIS2]

Além de Camilo, Izolda e Mauro Filho (candidatos a vice e senador, respectivamente), as representações citam nomes ligados diretamente ao governador Cid Gomes, entre eles: seu irmão, Ciro Gomes, secretário de saúde do Estado, Bismark Maia (Turismo), Ferrúcio Feitosa (Secretaria Especial da Copa), Paulo Mamede (Cultura) e a coordenadora de imprensa do Governo, Christiane Sales, entre outros.

Procurada pelo O POVO, Christiane Sales informa que já foi notificada pelo TRE: “Nós estamos preparando a defesa, e nada foi feito fora da lei. As acusações são de matérias publicadas no site do Governo, e que foge a conotação política”, defende a assessora. Os outros citados nas acusações devem ser notificados nos próximos dias.

De acordo com a Lei Eleitoral, durante o pleito das eleições, os agentes públicos não podem contratar, nomear, remover, transferir, exonerar e até demitir servidores. Mas, à lei, há excessos segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

TAGS