PUBLICIDADE
Notícias

Cid nega interferência em propaganda e diz que Luizianne "vive de factoides"

Segundo o governador, fala da petista de que ele teria %u201Ccensurado%u201D suas gravações não passaria de "factoide"

14:48 | 22/08/2014
NULL
NULL

O governador Cid Gomes (Pros) rejeitou nesta sexta-feira, 22, ter interferido ou provocado de qualquer forma a não veiculação de programas eleitorais da ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), na televisão. Segundo o governador, fala da petista de que ele teria “censurado” suas gravações não passaria de “factoide”, vindos de “quem vive de factoides a vida inteira”.

“Pode ter certeza de uma coisa, eu jamais faria algo como do que estou sendo acusado. Isso é mais um factoide de uma pessoa que é acostumada, que vive de factoides a vida inteira. As pessoas estão querendo é ação, factoide é coisa do passado”, disse Cid, durante evento no Palácio da Abolição onde entregou 11 viaturas do programa Pró-Cidadania.

[SAIBAMAIS 3]Luizianne, no entanto, afirmou na última terça-feira que seus programas não estariam sendo veiculados na televisão por interferência de Cid. Desde então. Nem os programas da ex-prefeita nem de seus aliados na disputa – Elmano de Freitas, Antônio Carlos e Eudes Xavier – têm sido veiculados no tempo da coligação de Camilo Santana (PT) ao governo.

A não veiculação provocou inclusive ação da petista na Justiça Eleitoral. O pedido, no entanto, acabou indeferido por um juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE). Nesta quinta-feira, 21, Luizianne anunciou acordo com a coordenação da campanha, que garantiu veiculação dos programas da petista a partir deste sábado, 23.

Redação O POVO Online
com informações da repórter Samaisa dos Anjos

TAGS