PUBLICIDADE
Notícias

Bombeiros localizam restos mortais no canal de Santos

08:30 | 14/08/2014
Na terceira "varredura" realizada no local do acidente que matou o ex-governador Eduardo Campos e outras seis pessoas, bombeiros localizaram, por volta das 5h30min desta quinta-feira, 14, restos mortais de vítimas dentro do canal que margeia a Avenida Washington Luís, no Boqueirão, em Santos, no litoral paulista, a cerca de 100 metros do local onde a aeronave caiu.

 

"A explosão do jato foi tão forte que achamos alguns restos mortais a 100 metros de distância, dentro do canal 3", relatou nesta manhã à imprensa um dos bombeiros que comandam as buscas.

 

Os bombeiros que passaram a madrugada fazendo o trabalho de varredura relataram que o trabalho está cada vez mais difícil por causa do cheiro de querosene na "cratera" onde está a cabine da aeronave. "A explosão foi muito forte, e os corpos se fragmentaram demais", contou o bombeiro.

 

O trabalho de resgate ainda se concentra em retirar a laje que está sobre a cabine do avião, onde ainda podem ser localizados restos mortais das vítimas. "Todas as peças do avião que podem ser importantes para a investigação já foram recolhidas. Esse agora é o último trabalho de varredura", relatou um agente da Defesa Civil de Santos.

 

Documentos

 

Durante toda a madrugada, agentes da Polícia Federal também permaneceram no local do resgate, ouvindo vizinhos e analisando a área do acidente. Os bombeiros também localizaram por volta das 5 horas de hoje a carteira com os documentos do ex-governador Eduardo Campos.

TAGS