PUBLICIDADE
Notícias

Vereadores levarão denúncias contra Bethlem à PGR

16:30 | 29/07/2014
Oito vereadores do Rio pedirão à Procuradoria Geral da República (PGR) que investiguem o deputado Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ) por possível envolvimento em caso de corrupção. Em gravações feitas secretamente pela ex-mulher do parlamentar, Vanessa Felippe, Bethlem revela que recebia comissões ilegais de ONGs prestadoras de serviço à Secretaria Municipal de Assistência Social, ocupada por ele entre 2011 e 2012. O deputado diz ainda ter uma conta na Suíça, não informada na declaração de bens.

Vereadores do PSOL, do PSDB, do PDT, do PR, reunidos na tarde desta terça-feira, 29, informaram que começarão uma mobilização para abertura de uma CPI para investigar aplicação de recursos do Fundo Municipal de Assistência Social. Como reconhecem a dificuldade de alcançar o mínimo de 17 assinaturas para abertura da investigação parlamentar, os vereadores optaram por agir também em outras frentes. Um terceiro caminho será pedir à Polícia Federal uma investigação sobre possível evasão de divisas para a conta bancária da Suíça.

"A declaração de uma pessoa de que recebe dinheiro de forma totalmente indevida é um escândalo que nunca vi com esta dimensão. A provocação ao Ministério Público é muito importante para que os responsáveis sejam punidos e que os recursos apropriados de forma indevida sejam retornem ao tesouro municipal", disse o vereador Eliomar Coelho (PSOL). Por ser deputado federal, Bethlem tem foro privilegiado e só pode ser investigado pela Câmara Federal e pela PGR. O parlamentar não respondeu ao pedido de entrevista do Estado.

TAGS