PUBLICIDADE
Notícias

TRE-MG recebeu 1.175 impugnações de pré-candidatos

18:05 | 16/07/2014
O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) recebeu 1.175 impugnações de pré-candidatos para as eleições de outubro, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira, 16. O número representa 64,91% do total de 1.810 pedidos de registros de candidaturas encaminhados à corte e é quase o dobro das eleições de 2010, quando foram apresentadas 675 impugnações, equivalentes a 37,71% dos 1.790 registros de candidaturas apresentados à Justiça Eleitoral na ocasião.

Este ano, as contestações às participações no pleito incluem menos quatro pessoas que pretendem disputar o governo estadual. Um deles é o ex-prefeito Tarcísio Delgado, nome escolhido pela cúpula do PSB para representar o partido na eleição majoritária dez dia antes do fim do prazo para o registro das candidaturas e que teve a impugnação pedida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por não apresentar a documentação exigida. Além dele, o MPE tenta impugnar as candidaturas de Cleide Donária (PCO), Eduardo Ferreira (PSDC) e André Alves (PHS), todos pelo mesmo motivo de Delgado.

Mas o TRE-MG informou que os números ainda podem crescer, já que ainda há prazo para que sejam apresentadas impugnações a 34 pedidos de registros apresentados individualmente. Eles são relativos a pessoas que teriam sido escolhidas para disputar o pleito nas convenções partidárias, mas não tiveram os nomes apresentados pelas legendas e o prazo para impugnação, segundo a Justiça Eleitoral, "corre de acordo com a data de publicação do respectivo edital".

A corte, ressaltou, porém, que os aspirantes aos votos do eleitorado mineiro ainda podem apresentar contestações às impugnações, que serão julgadas caso a caso. Para analisar todos os processos - incluindo os pedidos de registro que não sofreram impugnação - o TRE-MG terá que trabalhar em esquema de mutirão. E quem tiver o registro negado ainda poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

TAGS