PUBLICIDADE
Notícias

TRE barra candidatura de deputado Sineval Roque, mas libera Carlomano

Sineval havia sido questionado pelo MP Eleitoral. Já Carlomano teve registro deferido pois se mantém elegível através de liminar do TSE

11:50 | 24/07/2014
NULL
NULL
A Justiça Eleitoral do Ceará indeferiu pedido de registro de candidatura à reeleição do deputado estadual Sineval Roque (Pros). Com a decisão, o parlamentar se junta ao grupo de cinco candidatos que já tiveram registro “barrado” pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) para a eleição deste ano. Já o deputado Carlomano Marques (PMDB), mesmo cassado pela Corte, teve seu registro deferido pelo TRE.

As decisões foram proferidas pela presidente do Tribunal, Iracema do Vale, na noite desta quarta-feira, 23. Indeferimento de Sineval Roque segue ação de impugnação protocolada pelo procurador regional eleitoral do Ceará, Rômulo Conrado. Como já havia sido condenado por doações ilegais em campanhas anteriores, Roque incluía lista de fichas sujas do Estado.

[SAIBAMAIS 3]Segundo a Corte, Carlomano Marques teve registro deferido pois se mantém elegível através de liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele foi condenado por captação ilícita de votos em dezembro de 2012, após matéria do O POVO denunciar que sua irmã, a vereadora Magaly Marques (PMDB), realizava atendimentos médicos em troca de votos para o parlamentar.

Ao todo, o TER já julgou 143 dos 846 registros de candidatura realizados para as eleições deste ano no Ceará. Além de Roque, estão indeferidos João Paulo Nascimento Oliveira (PSC), Vera Mariano da Silva (PSC) e Ana Cleide Pereira Gomes (PDT) e Augusta Brito de Paula (PC do B) – todos candidatos a deputado estadual.

Redação O POVO Online
com informações do TRE-CE

TAGS