PUBLICIDADE
Notícias

Skaf diz que não apoiará nem Aécio nem Campos em SP

15:40 | 30/07/2014
O candidato a governador de São Paulo pelo PMDB, Paulo Skaf, afirmou na tarde desta quarta-feira, 30, que nem Aécio Neves nem Eduardo Campos, candidatos à Presidência pelo PSDB e pelo PSB, terão qualquer apoio seu no Estado, sem citar o nome da presidente Dilma Rousseff.

"Não terá nenhum apoio meu nem a candidatura do Aécio nem a do Eduardo Campos", respondeu Skaf. Ele havia sido questionado sobre a intenção de candidatos a deputado do PMDB de distribuir material de campanha em São Paulo do candidato tucano.

Skaf afirmou não aprovar o movimento. "Não vou agregar em torno de nenhuma outra campanha, absolutamente."

O candidato afirmou que sua relação com o presidente nacional do PMDB, o vice-presidente Michel Temer, é de "respeito, consideração e muita amizade". "Aqui em São Paulo somos adversários do PT e do PSDB".

Skaf foi enquadrado por Temer, maior responsável por sua candidatura, não gostou do vídeo publicado na segunda-feira, 26, pela campanha de Skaf em que ironiza a busca petista por espaço no palanque peemedebista para Dilma.

Nele, o candidato simula responder a uma pergunta sobre a dobradinha com Dilma com a resposta: "sabe de nada, inocente".

O candidato resiste em associar sua candidatura a Dilma, por causa da alta rejeição da petista em São Paulo e por isso passar a mensagem de que seu nome é um plano B do PT no Estado. O candidato petista ao governo, Alexandre Padilha, tem 4% das intenções de voto na última pesquisa. Skaf tem 16%.

TAGS