PUBLICIDADE
Notícias

Sem quórum, CPI Mista da Petrobras adia requerimentos

15:10 | 02/07/2014
Pela segunda vez, a base aliada não compareceu e a CPI mista da Petrobras adiou, por falta de quórum, a votação de uma lista de requerimentos. Na lista, estavam pedidos para se quebrar os sigilos bancário, fiscal e telefônico do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Área de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa, ambos presos por envolvimento em suspeitas levantadas no curso da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal.

O presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), anunciou o adiamento após esperar 30 minutos para ter o quorum. Ele anunciou que uma nova tentativa de se votar requerimentos estava marcada para a próxima quarta-feira, dia 9. O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), criticou a manobra da base aliada, que é maioria na CPI Mista.

Segundo a assessoria, 13 parlamentares assinaram a lista, sendo que eram necessários pelo menos 17 para votar os requerimentos. "Eles (os governistas) não querem CPI coisa nenhuma", acusou ele, citando o fato de que congressistas estavam no corredor quando a decisão de adiar foi anunciada. Há duas semanas, da mesma forma, a comissão tentou apreciar, sem sucesso, os requerimentos. A base aliada boicotou os trabalhos e não deu quorum para abrir a sessão e votar os pedidos.

TAGS