PUBLICIDADE
Notícias

Preocupada com rejeição, campanha de Dilma decide criar comitê evangélico

A medida teria sido levantada após o líder do PRB reclamar com a cúpula de Dilma da falta de interlocução do Planalto com pastores evangélico

13:18 | 23/07/2014
Preocupada com rejeição entre segmentos religiosos, campanha de reeleição de Dilma Rousseff (PT) decidiu criar um comitê evangélico. A informação é do jornal O Globo, que revela ainda que o grupo será coordenado pelos presidentes do PRB, Marcos Pereira, do PSD, Gilberto Kassab, e do Pros, Eurípedes Júnior.

De acordo com o jornal carioca, a decisão foi tomada nesta terça-feira, 22, durante reunião no Palácio da Alvorada entre Dilma e presidentes dos nove partidos da coligação da presidente. A medida teria sido levantada após o líder do PRB reclamar com a cúpula de Dilma da falta de interlocução do Planalto com pastores evangélicos.

[SAIBAMAIS 3]Ele relatou que há muita resistência dos fiéis à reeleição de Dilma, por conta da defesa pelo PT de temas contestados pelo segmento, como o aborto. Questionando as críticas e reafirmando que não mudou a legislação sobre o tema, a presidente acertou que se reunirá com pastores, além da criação do comitê.

Além de Dilma e dos presidentes do PRB, PSD e Pros, reunião contou com participação dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Relações Institucionais), bem como com os presidentes do PT, Rui Falcão, PDT, Carlos Lupi, PCdoB, Renato Rabelo, PP, Ciro Nogueira e PR, Luciano Castro.

Redação O POVO Online

TAGS