PUBLICIDADE
Notícias

Laranja do doleiro Alberto Youssef é preso em São Paulo

18:50 | 01/07/2014
A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, 1º, em São Paulo, o executivo João Procópio Junqueira Pacheco de Almeida Prado, suposto colaborador do doleiro Alberto Youssef, alvo maior da Operação Lava Jato - investigação da Polícia Federal sobre lavagem de R$ 10 bilhões deflagrada em março de 2014.

No final de maio deste ano, a Suíça bloqueou US$ 5 milhões de uma conta ligada a Procópio, que está entre os 46 indiciados pela Polícia Federal no âmbito da Lava Jato. Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa também estão entre os indiciados.

Os alvos da Operação foram enquadrados por formação de organização criminosa, crimes contra o sistema financeiro nacional (operar instituições de câmbio sem autorização, falsa identidade em contrato de câmbio e evasão de divisas), falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Costa, que teve US$ 23 milhões bloqueados em contas ligadas a ele na Suíça, também é alvo de ação penal no país europeu, onde é acusado de lavagem de dinheiro. O ex-diretor da Petrobras está preso no Paraná.

Procurada, a defesa de Procópio não foi localizada para comentar a prisão.

TAGS