PUBLICIDADE
Notícias

Elite não gosta do projeto político do PT, diz Marinho

19:00 | 29/07/2014
O coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff em São Paulo e prefeito de Osasco, Luiz Marinho (PT), criticou a mensagem do banco Santander e afirmou que "o desespero, como não pegou em 2002, 2006 e 2010, não pegará em 2014". "Temos muita clareza disso: apesar de ganharem dinheiro, eles não gostam do nosso projeto político", afirmou, durante caminhada com o candidato ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, em Mauá.

Segundo Marinho, muitas pessoas ficam irritadas com o projeto político do PT. "Quando a gente fala das elites, muita gente se irrita. Verdade nua e crua, a elite brasileira e internacional não gosta do nosso projeto, mas mais uma vez serão derrotados", afirmou.

Um informe enviado pelo Banco Santander a clientes de alta renda apontava risco de deterioração da economia caso a candidata do PT se estabilizasse na liderança das pesquisas de intenção de voto. Nesta terça-feira, 29, o presidente da instituição, Emilio Botín, disse que o informe não reflete a opinião do banco e confirmou a demissão do analista responsável pelo texto.

TAGS