PUBLICIDADE
Notícias

Dilma repassa R$ 54 mi a cidades após chuvas no RS

13:05 | 19/07/2014
A presidente da República, Dilma Rousseff, confirmou há pouco o repasse de R$ 54 milhões aos municípios atingidos pelas chuvas no Rio Grande do Sul. Ela fez o anúncio em reunião no fim da manhã deste sábado com prefeitos gaúchos e com o governador, Tarso Genro, na cidade de Uruguaiana.

Mais cedo, a presidente e o governador sobrevoaram de helicóptero alguns bairros de Uruguaiana para avaliar os estragos provocados pelas enchentes. Dilma está no Estado desde ontem, quando participou, à noite, da cerimônia de posse do presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Heitor José Müller, que cumpre seu segundo mandato.

Do valor que será destinado aos municípios gaúchos, R$ 14 milhões já haviam sido autorizados pelo governo federal no início da semana, quando Tarso esteve em Brasília e se reuniu com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira. A verba deve estar disponível dentro de alguns dias e servirá para atender demandas emergenciais, como a compra de cestas básicas.

Já os outros R$ 40 milhões, garantidos hoje por Dilma, ainda não têm prazo de liberação e servirão para recuperar a infraestrutura danificada com as inundações, como estradas e pontes. Os prefeitos da região prometeram cobrar da presidente agilidade na liberação dos recursos por parte do governo federal.

As chuvas mais intensas ocorreram entre a última semana de junho e a primeira de julho, deixando mais de vinte mil desabrigados no norte do Estado e na fronteira oeste. Com a baixa do Rio Uruguai e a redução das precipitações, as famílias começaram a voltar para suas residências. Conforme o balanço divulgado neste sábado pela Defesa Civil, 2.950 pessoas ainda estão fora de casa, a maior parte em Uruguaiana.

Dilma deixou a reunião com os prefeitos sem conversar com a imprensa e seguiu a Porto Alegre, com chegada estimada para as 14 horas. De lá, de acordo com sua assessoria, a presidente vai direto para Brasília.

TAGS