PUBLICIDADE
Notícias

Deputado Manoel Salviano retira candidatura do filho e pode apoiar Eunício

A mudança de estratégia foi costurada durante visita de Eunício e Tasso ao Cariri no último fim de semana; Salviano buscará orientação nacional sobre aliança

12:07 | 28/07/2014

O deputado federal Manoel Salviano (PSD) confirmou, nesta segunda-feira, 28, que o filho Samuel Salviano (PSD) não será candidato a deputado federal em 2014. Salviano já havia afirmado que não tentaria a reeleição. O parlamentar esteve em diálogo com o candidato ao Governo do Estado, Eunício Oliveira (PMDB), e o candidato ao Senado, Tasso Jereissati (PSDB), desde a sexta-feira, 25, no Cariri, e deve reconhecer, ainda nesta semana, o apoio ao grupo de oposição ao governador Cid Gomes (Pros), de quem o PSD é aliado no Ceará.

De acordo com Manoel Salviano, atualmente no quarto mandato de deputado federal, ele não tentará reeleição em 2014 para se dedicar a atividades em Juazeiro do Norte. Samuel Salviano era quem disputaria o pleito, mas também desistiu da candidatura, segundo o pai, porque preferiu continuar no ramo de negócios a entrar na política. O deputado descartou que a decisão seja motivada por falta de apoio de Cid.

A mudança de estratégia, no entanto, foi costurada durante visita de Eunício e Tasso ao Cariri no último fim de semana. Manoel e o filho almoçaram com os candidatos e com os candidatos a deputado estadual Danniel Oliveira e Walter Cavalcante, ambos do PMDB, na sexta-feira, 25.

Segundo o blog do jornalista Flávio Pinto, durante caminhada em Barbalha, na noite da sexta-feira, Tasso confirmou que Salviano apoiaria o grupo, já Eunício teria pedido que a informação fosse divulgada apenas na terça-feira, 29, para que o deputado pudesse conversar com Cid Gomes, a quem prometeu apoio.

Reunião com PSD
Apesar de ter definido que apoiará o candidato a deputado federal Raimundo Gomes de Mattos (PSDB) e o candidato a estadual Francisco Tales de Macêdo Júnior (PSD), o Dr. Tales, Salviano afirma ainda não ter definido se apoiará Eunício ou o candidato governista Camilo Santana (PT).

Conforme o parlamentar, ele agendará, nos próximos dias, uma conversa com o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, para ser orientado sobre a posição no Ceará. Posteriormente, buscará conversa com Cid. Salviano já foi filiado ao PMDB e ao PSDB, só em 2011 passou para o PSD.

TAGS