PUBLICIDADE
Notícias

Câmara melhorou projeto do Plano Diretor, diz Haddad

08:20 | 30/07/2014
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, defendeu que o processo de aprovação do novo plano diretor da capital foi democrático e melhorou o projeto enviado originalmente pelo Executivo. "Fizemos mais de cem audiências públicas, milhares de pessoas foram ouvidas, entre especialistas e cidadãos", disse Haddad, na manhã desta quarta-feira, 30, em entrevista à Rádio Estadão. "A Câmara (de Vereadores) deu uma grande contribuição para a cidade, melhorou o plano do Executivo e fez história", completou.

Haddad afirmou que o plano já faz história na cidade, com medidas ambientais, culturais e de moradia. Ele citou o resgate do Cine Belas Artes, tradicional cinema do centro da cidade; a ação de desapropriação da Chácara do Jockey, na zona oeste, para criação de um parque público; e a primeira Parceria Público-Privada (PPP) para construção de moradias de interesse social no centro, dentro do programa Casa Paulista, que deve sair em breve, segundo o prefeito.

As trocas de governo vinham prejudicando o planejamento da cidade até aqui, os planos anteriores foram descontinuados, argumentou Haddad. "Esse plano não depende da boa vontade dos próximos prefeitos", disse, ao explicar que os mecanismos não dependem de regulamentação futura. A única exceção, ressalvou Haddad, é o Arco do Futuro - um conjunto de medidas para revitalizar as regiões às margens dos Rios Pinheiros e Tietê, além de parte da zona leste da cidade, que ainda precisa ser regulamentado.

"Vamos ter um horizonte de longo prazo que nunca tivemos", disse Haddad ao ressaltar também o aspecto de segurança gerado para cidadãos e para a atração de investimentos privados.

TAGS