PUBLICIDADE
Notícias

Aliar derrota da seleção a fracasso da Copa é "politicagem" e "má-fé", dizem petistas

Segundo a petista, segmentos da oposição estariam tentando aproveitar derrota do Brasil na Copa para negar legado do evento no País

14:05 | 09/07/2014
NULL
NULL
A líder do PT na Assembleia, deputada Rachel Marques, criticou nesta quarta-feira, 9, segmentos da oposição que estariam atrelando derrota da seleção brasileira à imagem do governo Dilma Rousseff (PT) e da Copa do Mundo no Brasil. “Não podemos vincular o legado deixado e o sucesso (da Copa) ao resultado de um jogo”, disse.

Segundo a deputada, seria "politicagem" e um “erro usar de má-fé e negar o legado da Copa do Mundo” e os “inúmeros benefícios à nação” pelo insucesso em capo. A petista afirmou ainda que a iniciativa em “fazer politicagem” com o evento partiu da oposição, e não do governo federal.

[SAIBAMAIS 2]Outros deputados do PT na Casa, como Antônio Carlos e Professor Pinheiro, também fizeram pronunciamentos semelhantes ao da líder do parido. “A Copa gerou renda e emprego, um sucesso a despeito da derrota de ontem”, disse Antônio.

Na contramão, o deputado João Jaime (DEM) disse que foi a presidente Dilma Rousseff quem tentou atrelar sua imagem à da seleção, diante da possibilidade de o time vencer o mundial. Ele criticou ainda a tese de que o PT não teria tentado tirar proveito da Copa. “O público é quem vai fazer esse julgamento”

Redação O POVO Online

TAGS