PUBLICIDADE
Notícias

Nicole critica reeleição e diz que política de Cid na Segurança deixou "rastro de mortes"

A empresária criticou a instituição da reeleição e afirmou que, caso eleita este ano, não terá interesse em disputar novo mandato como governadora

12:31 | 23/06/2014
Pré-candidata pelo PSB ao governo, a empresária Nicole Barbosa criticou a instituição da reeleição e afirmou que, caso eleita este ano, não terá interesse em disputar novo mandato como governadora do Ceará. Em entrevista ao programa Debates do Povo, da rádio O POVO/CBN, a postulante teceu ainda diversas críticas aos índices de violência no Estado.

“Eu sou contra a reeleição, acho que é um grande mal. O político tem que saber que entra dia 1º de janeiro e sai 31 de dezembro, e o que tiver que fazer, ele faz nesses quatro anos. A partir daí, ele tem que abrir espaço para novas pessoas oxigenarem a política”, diz a empresária, que cita sua experiência em mandato único no comando do Centro Industrial do Ceará (CIC).

[SAIBAMAIS 4]Nicole Barbosa também fez diversas críticas ao modelo de segurança aplicado pelo governo Cid Gomes (Pros), atacando sobretudo “falta de gestão” de investimentos no setor. “Houve investimentos, mas, infelizmente, esse modelo, além de trazer prejuízo aos cofres, foi um fracasso, deixando rastro de mortes”, diz. Segundo ela, melhoria nos índices passaria por união de esforços e “reestruturação da família”, com aulas de educação cidadã nas escolas.

Entrevista de Nicole Barbosa faz parte de série da Rádio O POVO/CBN com os pré-candidatos ao governo do Estado. O próximo entrevistado será o ex-ministro dos Portos, Leônidas Cristino (Pros).Nome próximo do clã Ferreira Gomes, Leônidas foi o indicado de Cid para o suceder na Prefeitura de Sobral.

Redação O POVO Online

TAGS