PUBLICIDADE
Notícias

Homenageados em Dia do Meio Ambiente na Câmara criticam Prefeitura

Historiador Adauto Leitão se recusou a fazer pronunciamento após receber homenagem por causa de ações da Prefeitura de Fortaleza

13:55 | 05/06/2014
Os três homenageados na Câmara Municipal, nesta quinta-feira, 5, pelo trabalho em defesa do meio ambiente aproveitaram a solenidade para criticar as ações da Prefeitura de Fortaleza em relação às obras na Praça Portugal e na área do Parque do Cocó. Receberam a homenagem o procurador da República, Oscar Costa Filho, o historiador Adauto Leitão e a ambientalista Geovana Cartaxo, como representante da ex-senadora Marina Silva.

Após receber a homenagem, proposta pelo vereador Joaquim Rocha (PV), Adauto Leitão, que também é especialista em marco histórico, disse que não se pronunciaria por considerar uma contradição uma homenagem a cidadão que lutaram pelo meio ambiente no dia em que provavelmente será aprovado o projeto da Prefeitura de Fortaleza que promoverá modificações na estrutura da Praça Portugal.
[SAIBAMAIS 2]
O procurador Oscar Costa Filho, autor da ação judicial contra a construção de viadutos nas avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior, fez críticas a diversas obras da Prefeitura, incluindo a construção da Ponte sobre o Rio Ceará. Em contrapartida, o vereador Carlos Mesquita (PMDB), integrante da Comissão de Meio Ambiente da Casa, alfinetou Oscar, dizendo que ele devia entender que os viadutos no Cocó já eram uma batalha perdida. “As árvores foram derrubadas para o desenvolvimento do Estado”, disse Mesquita.

O procurador pontuou que não tinha intenção de gerar conflitos na Câmara, mas ressaltou que a lei não poderia ser ignorada. Na terça-feira, 3, nova decisão judicial voltou a suspender a construção dos viadutos até a apresentação de relatórios de impacto ambiental.

Geovana Cartaxo afirmou que foi uma vitória a decisão da Justiça que barrou as obras no Cocó relembrou o acampamento feito em protesto na área do Parque de onde foram derrubadas árvores. “(O acampamento) foi um sonho da juventude esmagado pela insensibilidade da Prefeitura”, disse Geovana. Pré-candidata ao Senado pelo PSB, ela destacou que “qualquer governança hoje tem que incluir o quesito da sustentabilidade ambiental e ouvir a sociedade”.

A homenagem a Oscar Costa Filho foi proposta pelo vereador João Alfredo (Psol). Já a homenagem a Marina Silva foi de autoria do vereador Fábio Braga (PTN). O momento marcou as comemorações da Semana do Meio Ambiente, que teve como auge a Conferência de Estocolmo sobre Ambiente Humano, em 5 de junho de 1972, onde instituiu-se o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Redação O POVO Online
com informações do repórter Raul Galhardi

TAGS