PUBLICIDADE
Notícias

Campos diz que trabalha por candidatura própria em SP

14:50 | 05/06/2014
O presidenciável Eduardo Campos (PSB) disse no início da trade desta quinta-feira, 5, que segue trabalhando pela costura de candidatura própria em São Paulo da coligação de seu partido e da Rede, da vice Marina Silva. "Nós, dede o primeiro momento, chegamos à decisão política para candidatura própria. Eu tenho trabalhado pra isso", disse Campos em coletiva de imprensa realizada em São Paulo. O pré-candidato, que é também presidente nacional do PSB, ressaltou porém que não irá passar por cima das lideranças estaduais.

Os integrantes do PSB em São Paulo são amplamente favoráveis a uma aliança com o PSDB do governador Geraldo Alckmin, ideia rechaçada por Marina e pelos integrantes da Rede. Questionada se apoiaria uma chapa do PSB com Alckmin em São Paulo, caso essa seja a decisão do diretório estadual do partido na convenção do próximo dia 21, Marina não respondeu diretamente e disse apenas ser "persistente". "Tanto eu quanto Eduardo temos persistido, eu e principalmente ele", disse ao lado de seu companheiro de chapa. Marina defendeu que seria mais coerente a candidatura própria em relação ao projeto nacional que a coligação está construindo.

A ex-senadora reconheceu repetidamente o esforço de Campos pela candidatura em São Paulo, mas ressalvou que ele não pode se impor sobre a estrutura da legenda. "Ele não é impositor, que não respeita instâncias partidárias, portanto tem o sacrifício de fazer o convencimento como já fez em vários Estados. Neste momento, estamos trabalhando ombro a ombro de forma solidária", afirmou. Marina disse ainda que todos na coligação "estão acreditando" e esperando a "contribuição do PSB paulista.

TAGS