PUBLICIDADE
Notícias

Se eleito, Eduardo Campos diz que manterá o Mais Médicos

12:20 | 06/05/2014
Apesar das críticas que fez ao programa Mais Médicos durante encontro com profissionais da área de saúde, nesta terça-feira, 6, na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, na capital paulista, o pré-candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, garantiu que não acabará com o programa, caso seja eleito. "Não vamos retirar médicos de comunidades que não têm outra alternativa", afirmou.

Mas segundo o ex-governador de Pernambuco, em caso de uma vitória do PSB nas eleições de outubro, os contratos com médicos cubanos serão revistos para que eles recebam a mesma remuneração dos médicos brasileiros. Campos disse ainda que o debate sobre o programa Mais Médicos "só interessa ao governo". O ex-governador foi recebido na Faculdade de Medicina por Giovanni Guido Cerri, ex-secretário de Saúde do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

TAGS