PUBLICIDADE
Notícias

Hospital regional será construído na região do Jaguaribe, afirma Cid Gomes

O governador do Estado destacou também, durante solenidade do Spaece, a segurança durante a Copa

17:57 | 20/05/2014
NULL
NULL
O governador do Ceará, Cid Gomes (Pros) afirmou, nesta terça-feira, 20, que a nova macrorregião do Estado receberá hospital regional. A afirmação foi feita durante solenidade de apresentação dos resultados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece) 2013, no Centro de Eventos em Fortaleza.

Cid destacou a criação da macrorregião Litoral Leste/ Jaguaribe, formada pelos 20 municípios das regiões de Limoeiro do Norte, Russas e Aracati. A criação foi aprovada pelo Conselho Estadual de Saúde (Cesau) na segunda-feira, 12.

Segundo Cid, o quinto hospital regional da atual gestão estadual será construído para atender a região, no entanto ainda não foi decidida qual cidade irá recebê-lo. “Eu defendo que seja ali no entroncamento de Morada Nova, Russas e Limoeiro”, disse Cid.

Dois hospitais regionais já foram construídos pela gestão de Cid Gomes, um em Sobral e outro em Juazeiro do Norte. Está em construção o Hospital e Maternidade do Sertão Central, em Quixeramobim. Já o município de Maracanaú, na Região Metropolitana, deve receber o quarto hospital.
[SAIBAMAIS 2]
Segurança nas eleições
Questionado sobre a estrutura da Segurança para a Copa do Mundo de Futebol, Cid fez referência a articulações nacionais de paralisação policial. “Há uma tentativa de movimento nacional, mas isso não vingará. Tenho certeza de que todos os profissionais têm o senso da responsabilidade, o senso do dever, o senso do compromisso com o conjunto da população. Tenho certeza de que nós vamos fazer uma extraordinária Copa, para isso ajudar a melhorar a imagem do Brasil, para mexer positivamente na autoestima do brasileiro, para que a gente viva o sentimento forte de ser brasileiro, torcer pelo Brasil e acreditar no Brasil”, frisou Cid.

O governador afirmou ainda que existe uma tentativa de desmerecer os avanços do País e do Ceará. “A politica, muitas vezes, por parte de quem n não fez ,quer desmerecer, desmoralizar, negar os avanços que nosso País tem alcançado ao longo dos últimos, o que o Ceará fez”, disse Cid.

“Essa política pessimista é uma política que, tenho certeza, não encontrará eco, não encontrará respaldo no conjunto do povo cearense, que é um povo pra cima, que é um povo orgulhoso, que é um povo que sente prazer, honra, que luta pelo Brasil e tem orgulho do nosso país”, completou o governador.

Eleições 2014
O governador se esquivou de falar sobre as articulações políticas para 2014. Sobre suposto apoio do ex-presidente Lula ao candidato a governo do PMDB, senador Eunício Oliveira, Cid disse que “cada coisa ao seu tempo” e frisou que não tinha o que comentar.

“Eu estou na política não é pela política, a educação não é mote para política, ao contrário. Eu quero é que a política seja mote para a educação”, disse Cid ao ser questionado se a Educação seria usada como bandeira políticas nas eleições.

Redação O POVO Online
com informações do repórter Bruno de Castro

TAGS