PUBLICIDADE
Notícias

Vereador propõe Programa de Adoção de Viadutos em Fortaleza

Projeto prevê a inclusão de coberturas vegetais nos pilares e nas laterais dos viadutos

14:31 | 07/04/2014
Se um dos motivos contrários à construção de viadutos em Fortaleza era o impacto visual negativo que causa a cidade, um projeto de indicação na Câmara Municipal busca amenizar a situação. De autoria do vereador John Monteiro (PTdoB), o projeto nº 0047/2014 propõe a criação do Programa de Adoção de Viadutos, com cobertura vegetal dos pilares e das laterais.

De acordo com o vereador, a adoção dos viadutos deve ser semelhante à adoção de praças, que já existe na Capital. O objetivo seria suavizar o impacto visual ocasionado pela estrutura de concreto. A diferença para a adoção de praças, segundo o projeto, é que o amparo aos viadutos tem a finalidade de dar-lhes um “revestimento de cobertura vegetal em seus pilares e laterais e propiciar uma integração maior com a natureza”.

De acordo com o projeto, poderão participar do programa de adição entidades da sociedade civil, associações de moradores, organizações não governamentais, sindicatos, pessoas físicas e jurídicas.

O documento explica que há três formas de adotar um viaduto: responsabilidade total, com custos de plantios, aquisição de mudas, mão de obra e outros custos; adoção com responsabilidade pela manutenção na qual o adotante responsabiliza-se integralmente pela manutenção da cobertura vegetal do viaduto; e adoção com responsabilidade pelo reembolso na qual o adotante responsabiliza-se pelo ressarcimento das despesas decorrentes do plantio e manutenção da cobertura vegetal dos viadutos executados pela Administração Municipal.

Segundo o projeto, como medida compensatória e de incentivo à adoção de viaduto, o adotante fica autorizado a fixar placa publicitária para sua divulgação institucional junto ao próprio viaduto.

O projeto de indicação atualmente se encontra na Comissão de Legislação, Justiça e da Cidadania e aguarda o parecer do relator.

Cocó
Em 2013, quando a Prefeitura de Fortaleza anunciou a construção de um viaduto na avenida Engenheiro Santana Jr. com avenida Antônio Sales, que atinge o Parque do Cocó, diversas pessoas, incluindo integrantes de movimentos ambientalistas e de mobilidade humana, acamparam no local como forma de protesto à intervenção. Além das críticas de que a obra não solucionará os problemas de mobilidade e do impacto ao meio ambiente, o aspecto visual negativo também foi ressaltado pelas pessoas contrárias à construção.

Redação O POVO Online
com informações da CMFor

TAGS