PUBLICIDADE
Notícias

Deputado Cavalcante nega ter atirado em vizinho e diz que levará acusador à Justiça

12:29 | 15/04/2014
NULL
NULL
O deputado Delegado Cavalcante (PDT) classificou como “caluniosa” acusação de que teria efetuado disparos de revólver contra um vizinho em Morada Nova, na região do Jaguaribe. O deputado afirma que acusação é “jogada política” de opositores e que irá entrar na Justiça contra a suposta vítima.

Em boletim de ocorrência registrado no último sábado, 12, um morador do Município afirmou que o deputado teria disparado dois tiros de revólver em sua direção. Em entrevista ao O POVO, a vítima disse desconhecer razão dos disparos e afirmou que Cavalcante exibia sinais de embriaguez.

Em resposta, Delegado Cavalcante aponta que não existe nenhum laudo de perícia ou evidência que comprove a acusação. Segundo ele, seria apenas denúncia infundada registrada com intuito de “fazer politicagem”. “Esse acusador é laranja dos meus rivais políticos em Morada Nova. Nunca houve nada nesse sentido”, disse.

[SAIBAMAIS 1]A suposta vítima, no entanto, mantém versão e chega a afirmar que Cavalcante teria investido contra policiais, usando de sua posição como deputado. O deputado contesta: “a Polícia chegou, foi quase quebrando o meu portão, e eu não fiz nada. Isso nunca aconteceu, meus vizinhos me conhecem e estão todos preocupados, me ligando, querendo saber que mentira é essa”, diz.

Procurada pelo O POVO, a Polícia Civil de Morada Nova confirmou registro de B.O. com história relatada pela vítima. O órgão, no entanto, não comentou investigações sobre o caso.

Redação O POVO Online

TAGS