PUBLICIDADE
Notícias

Vice-prefeito de Maracanaú se entrega à Polícia

O vice-prefeito de Maracanaú Carlos Eduardo Bandeira de Mello (PR) estava com prisão decretada desde a última terça-feira e se entregou à Polícia na noite deste sábado. Ele está preso na na Delegacia de Capturas

13:37 | 23/03/2014
O vice-prefeito e secretário de Infraestrutura de Maracanaú Carlos Eduardo Bandeira de Mello (PR) se entregou à Polícia na noite deste sábado e se encontra preso na Delegacia de Capturas, em Fortaleza. Segundo o promotor de Justiça, Marcos William leite de Oliveira, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas, a Justiça já decretou a prisão preventiva do vice-prefeito, antes ele estava com a prisão temporária decretada.

Os outros dez presos na operação estão com prisão temporária decretada, que foi prorrogada por mais cinco dias. Na última sexta-feira, de acordo com o promotor, sete acusados na investigação foram ouvidos. Nesta segunda-feira, mais sete devem prestar depoimento. "Pretendemos ouvir o Bandeira ainda nesta segunda, se não der tempo, ouviremos na quarta-feira", explica o promotor.

Bandeira é acusado de liderar esquema de fraudes em licitações da ordem de R$ 47 milhões, realizadas nos últimos sete anos
. O esquema foi revelado na última terça-feira, dia 18, após operação do Ministério Público do Ceará (MP-CE) em parceria com as polícias Civil e Militar. Com o vice-prefeito, já são 11 pessoas presas na operação.

Bandeira é gestor da Secretaria de Infraestrutura desde a gestão do ex-prefeito Roberto Pessoa (PR). Ele é acusado de centralizar a atuação de quatro construtoras que se revezaram para se beneficiar de licitações em Maracanaú desde 2007. A meta do Ministério Público é de que até o fim de abril as investigações estejam concluídas e sejam enviadas para Justiça.

Da Redação O POVO Online

TAGS