PUBLICIDADE
Notícias

Presidente do PCdoB Ceará reafirma interesse em reeleição de Inácio Arruda

Possível candidatura de Ciro Gomes para o Senado altera o cenário de disputa e pode prejudicar planos de PT e PCdoB

11:38 | 26/03/2014

O presidente estadual do PCdoB, Luis Carlos Paes, reafirmou, nesta quarta-feira, 26, o interesse do partido em reeleger o senador Inácio Arruda. O posicionamento do presidente surge diante da possibilidade de o secretário da Saúde Ciro Gomes disputar o Senado com a renúncia do irmão, o governador, Cid Gomes.

Para Paes, a entrada de Ciro na disputa é uma hipóteses que está sendo discutida, mas ainda não foi confirmada. “Nós achamos prudente aguardar até o dia 4 de abril para ver o quadro. A partir daí vamos definir melhor como o PCdoB se comportará nesse jogo” – observou Luis Carlos Paes. O prazo final para desincompatibilizações é 5 de abril. Para o irmão disputar o Senado, Cid terá de renunciar o Governo.
[SAIBAMAIS 3]
A vaga única para o Senado em 2014 tinha quatro nomes apontados como postulantes: Inácio, Tasso Jereissati (PSDB), José Guimarães (PT) e Giovanna Cartaxo (PSB). A mudança no cenário com a entrada de Ciro pode pesar principalmente para PCdoB e PT - este último que se reúne no sábado, 29, para definir seu rumo.

Segundo Paes, o PCdoB tem a próxima reunião marcada apenas para depois do prazo de desincompatibilizações.

[VIDEO1]
Tasso fora

O presidente estadual do PSDB, Luiz Pontes, é enfático ao afirmar que a deliberação de Cid “não muda nada” para os tucanos. O ex-governador Tasso Jereissati não tem intenção de ser candidato, afirma Pontes.

Redação O POVO Online
com informações do Blog do Eliomar

TAGS