PUBLICIDADE
Notícias

Cid diz que hipótese de ser candidato é "completamente descartada"

Governador disse que só renunciará se seu irmão, Ciro, aceitar concorrer ao Senado. Cid repetiu que pretende morar nos Estados Unidos a partir de 2015

22:47 | 26/03/2014
NULL
NULL

O governador Cid Gomes (Pros) disse que não será candidato em hipótese alguma nas próximas eleições. “A possibilidade de eu ser candidato, essa é uma possibilidade descartada. Completamente. Não serei candidato nessas eleições”. A declaração foi feita nesta quarta-feira, 26, durante entrega de conjunto residencial do programa Minha Casa, Minha Vida na Granja Lisboa.

No último dia 19, em visita ao Ceará, a presidente Dilma Rousseff (PT) chegou a se referir a ele duas vezes como “senador”. No entanto, Cid reforçou que quem poderá ser candidato a essa vaga é seu irmão, o secretário da Saúde Ciro Gomes (Pros), conforme vem defendendo desde segunda-feira, 24. Como a legislação proíbe candidatura de quem exerce mandato no Poder Executivo, Cid teria de renunciar para liberar Ciro a concorrer.

“Há uma possibilidade, uma única possibilidade (de renunciar), que eu, para efeito de permitir uma candidatura do Ciro ao Senado, tenho de me desincompatibilizar do governo. Essa é a única possibilidade”, explicou o governador. Ciro, contudo, resiste à ideia.

“Eu já tratei disso no passado com ele (Ciro). Ele não é muito entusiasmado com a ideia. Mas a realidade hoje é que tem muita gente, muitas lideranças fazendo apelo para que o Ciro possa ser candidato”, acrescentou Cid. Ele reforçou, como havia dito na segunda, que a decisão será tomada coletivamente.

“Nós vamos, ao longo desses dias, sem angústia, sem pressa, sempre com muita responsabilidade, sempre colocando acima de tudo o interesse do povo cearense, avaliar com ele e com os nossos parceiros, os nossos aliados... o PT, o PCdoB, o PMDB, qual é a melhor estratégia a ser adotada”.

À parte essa possibilidade de Ciro aceitar concorrer, Cid afirmou que permanece até o fim do mandato. “O meu desejo, o natural, é que eu fique até o fim do governo. E tanto mais tempo eu tenha pra realizar os projetos que estão em andamento, concluí-los e entrega-los à população, maior será meu grau de realização e estarei cumprindo com o meu dever”.

Futuro de Cid

Ele ressaltou ainda que exerce mandatos eletivos há 22 anos – houve um intervalo entre 2005 e 2006, entre a saída da Prefeitura de Sobral e a posse no Governo. “O meu projeto pessoal agora é trabalhar numa instituição de prestação de serviços públicos com ênfase nessa área social, que é o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que fica lá nos Estados Unidos, onde eu já estive quando saí da Prefeitura (de Sobral)”.

O governador citou ainda que, neste momento de sucessão, quanto mais afastado esteja o antigo gestor, mais à vontade ficará e mais paz terá aquele que o substituir.

Com informações do repórter Bruno de Castro

TAGS