PUBLICIDADE
Notícias

TRE nega sigilo em ação de abuso de poder contra Cid e Zezinho Albuquerque

18:55 | 10/02/2014

O corregedor regional eleitoral, desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, negou nesta segunda-feira, 10, pedido de sigilo em ação do Ministério Público Eleitoral (MPE) contra o governador do Estado, Cid Gomes (Pros), o presidente da Assembléia Legislativa do Ceará, José Albuquerque (Pros), e o Estado do Ceará.

O MPE havia pedido sigilo na divulgação dos nomes de Cid e Zezinho quanto à investigação sobre a existência de abuso de poder político quando o governador concedeu desconto de R$ 200 na conta de água dos moradores de Itapipoca. Na ocasião, o desconto foi concedido por causa da falta de água gerada por problemas técnicos na adutora construída na cidade.
[SAIBAMAIS 3]
Segundo o MPE, o desconto oferecido aos moradores poderia beneficiar politicamente o governador e o deputado no processo eleitoral deste ano.

 Zezinho Albuquerque, que está acompanhando o governador em atos políticos no interior e que também esteve com o chefe do executivo estadual em Itapipoca, figura entre os nomes do grupo político de Cid Gomes para disputar o pleito de governador do Estado pelo Pros.

Durante coletiva de imprensa na AL-CE na última segunda-feira, 3, o governador se disse "decepcionado" com denúncia do MPE. “Eu estava cuidando daquilo que é minha obrigação. E não há obrigação talvez mais vital do que o abastecimento d’água de uma cidade inteira”, afirmou Cid durante entrevista.

Redação O POVO Online

TAGS