PUBLICIDADE
Notícias

STF julga quinta recursos que podem alterar condenação

10:40 | 14/02/2014
O Supremo Tribunal Federal (STF) julga na próxima quinta-feira os embargos infringentes ao julgamento do mensalão, recursos que podem reverter a condenação de parte dos réus. A depender do resultado, o tribunal poderá, por exemplo, livrar o ex-ministro José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o ex-presidente do PT José Genoino do crime de formação de quadrilha.

Caso o tribunal mantenha a condenação, a pena hoje cumprida por alguns dos réus aumentará. Atualmente, Dirceu cumpre pena pelo crime de corrupção - 7 anos e 11 meses. Se o STF confirmar a condenação por formação de quadrilha, ele terá de cumprir pena de 10 anos e 10 meses. Assim, deixará o regime semiaberto e passará ao regime fechado, sem direito, por exemplo, a trabalho externo.

No total, 12 réus entraram com embargos infringentes. Na quinta-feira, serão julgados os cinco primeiros, movidos por Dirceu, Genoino, João Cláudio Genu, Kátia Rabello e José Roberto Salgado.

TAGS